domingo, 19 de março de 2017

"ai, é só pelo meu cabelo"

Não, claro que não.


É como você move a mão no volante e como invade minha alma nos segundos do semáforo em vermelho. É como você mexe o corpo ao som da música ou quando coloca a cara brava e veste seu disfarce de advogada, mas no fundo é uma criança querendo um beijo gostoso.

É pelo teu tom de voz tão teu, o sorriso infantil e os olhos penetrantes. Súper niña! As ideias lunáticas misturada com realidade, os beijos roubados, os teus dedos nos meus dedos, a gargalhada gostosa, o riso fácil. É como você toca nos meus lábios! É pela curva do seu cabelo entre o olho e a bochecha. É sobre os cachinhos soltos pelo ar.

É a forma sexy que você toca no olho, mexe no cabelo ou simplesmente o jeito que pega o celular. É a forma como nos tocamos, os beijos mais ardentes que damos. É como somos juntas.