sábado, 14 de janeiro de 2017

Amélia e seu feminismo cego. Vamos problematizar?


Sempre fui muito puta com esse feminismo leigo de internet. Já escrevi diversos textos sobre isso, mas é incrível como as mulheres continuam me surpreendendo. Vamos logo esclarecendo algumas coisas antes de continuar.

 Feminismo é um movimento política criado por mulheres para lutar a favor dos direitos igualitários, já que historicamente as mulheres eram vistas como 1) mão de obra barata para fábricas, 2) corpo que gera um filho para o homem e 3) empregada doméstica do marido. Ao longo dos anos o feminismo passou por três fases (ou "olas" para os academicistas de plantão) e suas histórias e seus objetivos foram mudando ao longo do percurso. Então, dizer que é feminista sem conhecer pelo menos o conceito e história, pra mim é a maior merda que uma pessoa pode fazer.

Hoje, na internet pelo menos, dizer que é feminista é muito louvável. Porém as práticas machista no dia a dia continuam prevalecendo. "Mas Sara essas pessoas estão aprendendo sobre feminismo ainda!" Veja bem, uma coisa é aprender e buscar, outra beeeem diferente é abraçar uma modinha pé de chinelo e continuar com os comportamentos que claramente (se você estudou e buscou vai saber) que o feminismo critica. Por exemplo: vangloriar e favorecer uma pessoa pelo fato de ser macho.

Atualmente estou convivendo com uma pessoa que justifica tudo com "sou feminista" quando na realidade o feminismo aprece de forma distorcida para justificar suas loucuras, porém os comentários são os mais terríveis no dia a dia. Outro dia por exemplo disse "vamos olhar essas sete dicas de como ser uma boa esposa...olha, eu não sou uma boa esposa, ele vai me trair!", ou quando ela diz com frequência "ele vai chegar cansado do trabalho, eu preciso organizar nosso quarto e fazer sua comida". Em nenhum momento existe uma parceria da parte desse casal. Em nenhum momento. Ela é a Amélia, ele leva dinheiro para eles e ela, que um dia foi independente financeiramente, depois do casamento largou tudo para investir no marido (palavras dela!).

"Mas feminismo não é isso" disse eu num dia que estava cheia de tanta besteira, e sua resposta foi "no feminismo a mulher pode fazer o que quiser", pra mim isso é liberdade de QUALQUER SER HUMANO, mas pra ela é feminismo. Adianta entrar num discussão com um ser humano desses? Não adianta!

Se você acha que esse é um caso em particular, possivelmente ninguém nesse mundo tem coragem de compartilhar sua vida com você. Convenhamos, o mundo é cheio de Amélias pagando de feminista!

Sou feminista, estudo sobre feminismo, mas não me identifico com essa moda de feminismo de internet. Eu acho que: se você tem facebook ou blog para pagar de feminista, tem tempo de buscar uns textinhos sobre o assunto.