quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

da mente ao coração, ou o contrário

Misturei cafè com
caipirinha
na mesma intensidade
que amor com dor

Além de mim,
houveram
roupas entrelaçadas
ao redor

Perguntei sobre
outro envolvimento
e a afirmativa foi negativa
dentro do olhar
profundo

Na manha seguinte
a outra pergunta
de algum amor
branco

Eu, ainda utópica,
não respondi.

Fico consumindo o
silencio
esperando somente
o próximo passo
que darei!