domingo, 20 de março de 2016

remoendo

na ultima quarta-feira tudo foi colocado em jogo. sofri violência moral e psicológica por um bando de bacacas que acreditou que eu e meu companheiro tínhamos que ser violentados por entrar num manifestação sem saber e quando respondemos a hostilização foi dançando e gritando "não vai ter golpe"

ele sofreu violência física. e eu, além de tudo, fui chamada de "puta" "vadia" "ladrona" por diferentes pessoas. 

meu corpo, de mulher, pelo menos, foi salvo por homens sensatos no momento crucial da história (meu companheiro e uns dois que não permitiram que os outros me agredisse) e a Lei Maria da Penha - que aos berros eu gritei.

hoje, domingo, meu companheiro ainda luta para restabelecer sua saúde por conta desses inconsequentes... e tantos outros que ainda exploram nossas imagens em videos, mensagens e comentários. o jornalismo sujo compactua tentando que a gente ofereça entrevista (e a cara). e obviamente divulgando os videos sem critério ou permissão.

estou remoendo essa história que parece não ter fim...

6 comentários:

  1. De facto há gente se escrúpulos...

    ResponderExcluir
  2. Que barbaridade, por ouvir sobre situações assim tenho receio de ir para manifestações, fiquei com a ideia de que muitas pessoas juntas trazem ao de cima o pior de cada um, e não devia ser assim.
    um beijinho de solidariedade com o desejo que o tempo ajude a ultrapassar
    Gábi

    ResponderExcluir
  3. Incrível!!
    Ao que se chegou :(
    Boa semana

    ResponderExcluir
  4. Lamento o que se está a passar aí.
    Uma boa semana.
    Pinta

    ResponderExcluir
  5. Bolas... a agressão parece estar banalizada.
    É um perigo, é inacreditável :(
    As melhoras para vocês!

    ResponderExcluir