sábado, 12 de março de 2016

e se não houvesse final?

vou sentir saudade do teu olhar
penetrando em mim,
da nossa pele
em contato,
de acordar contigo ao lado

vou sentir saudade
de entrar num ônibus
sem destino,
dormir em curtos
períodos,
sonhar desde o principio

vou sentir saudade
de chegar em casa
e você perguntar
se prefiro vinho
tinto ou branco
antes que a gente pense no jantar

vou até sentir saudade
de você reclamar dos
meus dotes culinários
enquanto prova alguma coisa
meio sem gosto...

em teus cabelos enrolados
eu fazia mais poesia
que amor,
e nunca existiu na terra
quem de oferecesse 
tanto calor!

5 comentários:

  1. Nesta vida há um final para tudo, mesmo para a saudade.

    ResponderExcluir
  2. Que poema lindo! Gostei bastante, li e reli algumas vezes já, rs.

    (obrigada pelo comentário deixado lá no meu blog).

    aguardandoocamaleao.blogspot.com

    ResponderExcluir