sábado, 23 de abril de 2016

Helen no puede dormir



"Na verdade, meu mergulho noturno foi minha segunda tentativa de suicídio. Dez dias antes, eu dei minha echarpe Alexander McQueen para Claire, escrevi um bilhete de desculpas e tomei dez comprimidos para dormir de uma só vez. Para meu horror, tinha acordado vinte e nove horas mais tarde, sem vestígios de passar mal. Exceto por continuar viva, claro. Ninguém sequer reparou na minha ausência, e ser obrigada a explicar a Claire que ela teria de devolver minha echarpe foi o menor das minhas preocupações. (“Eu só dei para você porque achei que iria morrer e isso seria desperdício de uma echarpe tão boa, mas continuo viva e a quero de volta.”) Eu acreditava realmente que os velhos remédios para dormir dariam conta do recado, e foi um profundo golpe descobrir que me matar não seria tão fácil quanto eu previa. Fiquei tão desmoralizada, que achei que não havia sentido em tentar me matar novamente."* Helen no puede dormir, Marian Keyes.

*tradução minha.


6 comentários: