sexta-feira, 1 de abril de 2016

"não sei como vocês gostam de viver, eu faço por obrigação"

Gostaria de ter tentado o mestrado com enfoque em gênero na Argentina. Mas coloquei foco em outro...

Existe auto sabotagem aí.
Como tudo na minha vida, eu escolho um caminho e depois penso que o outro pode ser melhor e fico me culpando pelo caminho que escolhi... mesmo que esse caminho esteja dando frutos.

Se eu tivesse tentado na Argentina, ía acontecer o mesmo. Eu iria me sentir culpada e triste por não ter tentado o outro.

E isso é um ciclo sem fim... É como se eu nunca ficasse satisfeita com nada.

Todas as partes da minha vida podem caminhar tranquilamente, mas eu sempre vou sentir falta de alguma coisa. Nada completará o sentimento de felicidade e eu entro nessa tristeza sem fim como se eu fosse um grande monstro horrível...

2 comentários:

  1. eu sempre penso que tô perdendo alguma coisa da vida, que tô deixando alguma coisa que ia me fazer sentir absolutamente feliz pra sempre passar, mas a sensação de que não existe essa coisa tem sido mais forte, esses dias. acho que esse sentimento é universal e que é isso que faz a gente ir pra frente, buscando novas coisas.

    mas aí pensa, que pessoa você seria, que pessoas não teria conhecido, que dias bons você não teria tido, se não fosse essa escolha que você fez. e quando eu digo 'pensa' eu quero realmente que você pare e pense.

    espero te ajudar a sair dessa bad.

    :*

    ResponderExcluir
  2. Ó Mulher insatisfeita.
    Guarda o Dom que Deus te deu.
    A vida, não é perfeita
    E a Terra, não é um Céu.

    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir