terça-feira, 24 de maio de 2016

bolha e ilha

Eu sabia que mais uma queda não ia aguentar
Tentei avisar
Mas ele é estúpido - e cego - demais quando deseja

Pois bem
Tive que colocar
Minha cara para ser batida
Mais uma vez

Espero que Deus ilumine
Minha pobre cabeça
Enquanto escuto os gritos do
"Você só pensa nos próprios desejos!"

Se pelo menos eu sentisse desejo nessa merda toda...

Na última sessão minha psicóloga disse que eu precisava ficar fortalecida primeiro
E depois podia pensar em que atitude tomar

"Eu estou pagando, arranque isso de mim"
Tenho vontade de ligar e dizer
Mas ela iria apenas adiantar minha sessão o mais rápido que pudesse
E a raiz do problema iria continuar.

Seis anos e seis meses. Você foi minha salvação e hoje é minha destruição.
Você, novamente, conseguiu me arrancar tudo.
Não sei como, mas irei transformar esse monte de fumaça, em um ar possível de ser respirado.

E pode acreditar, neguinho: eu vou sobreviver mesmo arrastando esse monte de entulho!
E você estará bem longe quando eu colocar fogo nesse lixo todo.]

2 comentários:

  1. Como diz um dos meus autores favoritos da actualidade... o que dói... não está certo!...
    Há que ter coragem... e quebrar esse ritual de comportamento... destrutivo, para ambas as partes...
    E acima de tudo, nunca se perder o amor próprio... para conseguir dar volta a situação assim...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela coragem de quebrar com algo destrutivo! Beijinho

    ResponderExcluir