segunda-feira, 30 de maio de 2016

bonitinho...


"queres tomar um sorvete?" ele me chamou no meio da nossa troca de mensagens, fiquei tão paralisada no momento, mas neguei. estava tão tumultuada que fiquei com medo de me aproximar dele. mas ele deve ter entendido e continuamos conversando e trocando músicas, enviei para ele as melhores músicas latinas que eu conhecia, ele ficou encantado e uma hora depois nos desconectamos.

havíamos nos conhecido há uns 3 anos, pelo menos, numa gráfica que ele trabalhava. eu estava tirando xerox e ele puxou papo. há um ano ele me adicionou no facebook, lembrava do seu rosto, mas não sabia de onde... não aceitei mas enviei uma mensagem perguntando quem era, e há três semanas ele me respondeu, e me fez lembrar daquele dia. antes de ontem respondi.

eu achei nosso reencontro muito bonitinho. imagina responder uma mensagem que você recebeu no facebook um ano depois? hahaha ele pareceu muito comigo nesse quesito! e eu achei legal.

não neguei nossa saída por ele, mas pelo turbilhão que anda acontecendo na minha vida. honestamente fiquei morrendo de medo de pensar que iria encontrar alguém, principalmente nesse desenho que estava se formando. só de pensar em compartilhar alguma coisa com alguém, já me sinto entrando em panico.

pensar em sair de casa para tomar sorvete com um cara é demais para mim. não consigo. mas o importante foi ficar com a sensação que ainda existem pessoas legais no mundo...

17 comentários:

  1. Quero ser tua amiga no facebook também.

    ResponderExcluir
  2. Talvez aceite tomar sorvete uma outra vez.

    ResponderExcluir
  3. Houve um primeiro passo, é coisa boa! Pode ser que numa próxima oportunidade não te recuses =)

    ResponderExcluir
  4. r: Muito obrigada e espero que o teu fim de semana tenha sido bom :)

    ResponderExcluir
  5. Poxa que pena que não quis sair com esse menino, mas espero mesmo, que ainda tenham outras oportunidades, que ele te convide para um outro sorvete em um momento em que sua vida esteja mais calma :)
    Mas essa sensação de saber que ainda existem pessoas legais no mundo é sempre maravilhosa ♥

    http://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Que bom que sentiu isso de que ainda existe gente boa no mundo. Mas poxa, podia ter dado uma chance a ele :( Mas o seu tempo é o que vale, né?

    beijo
    beinghellz.com

    ResponderExcluir
  7. Se estiver atenta vai ver que há muitas.

    ResponderExcluir
  8. Espero que esta fase passe e vc possa tomar sorvete só se concentrando no sabor e na cia de quem esta com vc...

    ResponderExcluir
  9. Essa fase da corte é tão bonita... saudades!!

    ResponderExcluir
  10. É bom saber que há pessoas assim sim! :)

    ResponderExcluir
  11. Até mesmo hoje em dia para viver na simplicidade;
    em um mundo melhor é caro bancar...
    Não sei porque mas o reciclado; objetos de demolição agora
    virou luxo kkk.
    Pessoas de fato é algo que penso que está tbm cada vez mais raro.
    Prazer em conhecer o blog.
    janicce.

    ResponderExcluir
  12. Até mesmo hoje em dia para viver na simplicidade;
    em um mundo melhor é caro bancar...
    Não sei porque mas o reciclado; objetos de demolição agora
    virou luxo kkk.
    Pessoas de fato é algo que penso que está tbm cada vez mais raro.
    Prazer em conhecer o blog.
    janicce.

    ResponderExcluir
  13. e essa é uma boa sensação :)
    existem poucas, mas existem!

    ResponderExcluir
  14. existem pois pessoas boas no mundo :)

    ResponderExcluir
  15. Saramiga

    Foi o Ruiamigo da Fonte que ensinou o caminho para vir aqui. E o "malandro" tinha razão, pois este é um excelente blogue...



    Olá!

    Depois de enormes confusões, de muitas decepções de várias ocasiões de desespero e na alternativa de me suicidar, que não me pareceu muito saudável, decidi continuar – e por isso aqui estou.

    Pensei tomar 25 gramas de raticida diluído em ácido sulfúrico, com umas pitadas de arsénico; simultaneamente cortaria os pulsos e atirava-me da ponte 25 de Abril e durante a viagem até chegar ao Tejo daria um tiro na mioleira; como complemento e para ficar seguro de que não o meu cadáver ficaria absolutamente falecido, e na mesma altura enforcava-me. Sair-me-ia caríssimo. Desisti.

    Por isso repito o que venho dizendo muito empenhado (já nem tenho cotão nos bolsos): A Nossa Travessa está à disposição total, inultrapassável e inadiável. É http:///anossatravessa.blogspot.pt onde fico à espero de muitas visitas e muitos comentários. Obrigado

    Qjs (queijinhos) = (beijinhos)


    Leãozão

    ResponderExcluir
  16. Vive (sempre) um dia de cada vez, mesmo que seja de ano a ano.
    Muito bom.

    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir
  17. Existem, sim! Ainda hoje se passou uma cena aqui em frente que me obrigou a concluir isso :)
    Beijinhos e vai ao sorvete com ele!

    ResponderExcluir