quinta-feira, 5 de maio de 2016

poemizar


a presença-ausente
camuflada

dos detalhes
que nada diz

como os não ditos dos livros
de interpretação

os demônios chegam
atrapalham,
o mar surge de longe por algumas horas
mas a obrigação já corre
em direção

o café esfriou com nossa demora
e o tempo segue ritmo interminável

- voltarei ao psiquiatra próxima semana
- volte para mim próxima semana... eu ajudo você

2 comentários:

  1. Que lindos e profundos teus versos e poema! beijos, lindo fds! chica

    ResponderExcluir
  2. Fortes e intensos versos.
    Obrigada por tua presença em meu blog.
    abração com carinho

    ResponderExcluir