quinta-feira, 21 de julho de 2016

julho, 2016

seis anos e seis meses. obrigado.

nesse tempo todo você foi meu amigo, meu amante, meu namorado, meu marido, meu ex marido, meu ex namorado, meu companheiro. meu sonho de consumo! meu confidente.

você nunca deixou de ficar presente, nunca esteve distante. e sempre que tentávamos, era como se o mundo tivesse desabando para a gente. para mim e para você. voltávamos o contato e tudo fazia sentido outra vez.

você sempre foi honesto, leal, nunca teve medo dos próprios sentimentos. sempre encontrava até coisa boa nas minhas falhas... você é a pessoa mais positiva que conheço no mundo! - e isso é extremamente lindo. obrigado por confiar em mim!

hoje eu tenho certeza que mudo todos os meus planos e objetivos para que a gente fique juntos. afinal, eu já mudei e mudo sempre que necessário. e sei que você faz o mesmo por mim todo o tempo. sabe o que é.... nada tem sentido sem você.

o que adianta ficar semanas na Terra do Tio Sam se você não vai ficar metade do tempo zoando os gringos comigo? O que adianta ir para Cancún se não vamos buscar as zonas mais populares para tomar cerveja mais barata? O que adianta pensar num intercambio na Europa se não vamos viver juntos la? O que adianta cruzar os EUA de ônibus ate chegar no Canada se não vamos ficar rindo da nossa loucura? O que adianta ficar seis meses ou no Acre ou em São Paulo ou no Rio de Janeiro se não vou montar uma casa ao teu lado?

não foi simples de admitir, mas quando resolvemos ficar juntos, sabíamos que tínhamos que fazer os nossos mundos, em um único mundo. um mundo comum para os dois. e eu gosto da nossas construções, das nossas adaptações.

eu adoro como a gente vive a vida. adoro. simplesmente adoro. adoro quando você sumi que toda sua vida cabe em uma mala de 23 quilos por mais que isso assuste algumas vezes. adoro nossa contenção de moeda, adoro quando você reclama do preço do leite, mas não do vinho. adoro como você aperta minha bunda, toca no meu cabelo, morde o bico do meu peito. adoro. simplesmente adoro.

acho meio brega quando você diz "e ai, quem do fã clube entrou em contato hoje? pelas minhas contas são 5, já tem mais que demonstrou interesse em tu?" mesmo sabendo que não consigo olhar para outra pessoa no mundo. mesmo sabendo que todo meu desejo, afeto e amor é exclusivamente teu. acho que você só pergunta isso para ouvir minha longa gargalhada.

maaaaaaaaaas

sabemos que quem tem um fã clube deslavado é você. MEU DEUS!!!! vou nem começar que o sangue já começa a ferver... rummmmmmm!!!!

eu já não consigo dizer se o que sentimos - e vivemos - é obsessão, amor, desejo, carência. eu só sei dizer que você é a única pessoa no mundo que se encaixa perfeitamente em mim. você me torna vida.

nem de longe nossa relação é perfeita, mas existe muito amor, afeto e carinho, e isso basta.

meu amor, obrigado por mais um 21.

13 comentários:

  1. não desistir do amor (como for, quando for) é o que move tudo aqui <3

    ResponderExcluir
  2. Ah, o amor... seja ele como for, onde for, com quem for...

    Beijos querida!

    ResponderExcluir
  3. Puts, você disse tudo o que eu sempre quis dizer para a pessoa que eu amo.

    ResponderExcluir
  4. Nossa que lindo!
    Simplesmente amei!
    precisamos de pessoas assim ao nosso lado sempre!
    Um ótimo final de semana!
    Bjus
    Taty
    Na Casa dos Abrantes
    Canal

    ResponderExcluir
  5. Lindas palavras de amor. Falou com o coração. Uma feliz noite de fim de semana

    ResponderExcluir
  6. Que lindo, Sara!
    Só pode mesmo ser amor.
    Fico muito feliz por você.
    E que seja eterno...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Essa coisa de "unir" mundos é tão bacana... espero um dia chegar lá, já tive vontade de partilhar meu mundo, mas nenhum dos doidos a quem eu ofertei topou entrar...

    Um belo texto, um lindo texto com certeza!!!

    ResponderExcluir
  8. Uma belíssima declaração de amor...
    E a vida, é assim mesmo... feita de escolhas onde nem sempre a razão, se coaduna com o coração...
    Adorei o texto!
    Bjs
    Ana

    ResponderExcluir
  9. Esse é aquele que tempos atrás te espancou? Ai...pára!!!

    ResponderExcluir