segunda-feira, 24 de outubro de 2016

oi, bom dia.


Não é necessário nenhum esforço extraordinário para compreender a gordofobia; a própria palavra sugere um acentuado desconforto e sentimento de repulsa contra pessoas gordas. Tal postura é tão enraizada em nossa cultura que a maioria das pessoas imediatamente remete pensamentos gordofóbicos às mais variadas imagens e situações: por exemplo, acham inaceitável uma mulher gorda vestir roupas justas ou frequentar a praia de biquíni; sentem desprezo por um homem obeso que come prazerosamente na praça de alimentação do shopping. Há um vasto leque de imagens negativas que demonstram como pessoas gordas são percebidas na sociedade, quase sempre representadas como desagradáveis e repulsivas.

(...)

A maior quantidade de gordura não significa necessariamente menos saúde; há até mesmo pesquisas atuais que sugerem o efeito contrário em algumas situações (leia aqui, em inglês). É importante observar que sedentarismo e má alimentação não estão necessariamente associados à obesidade, havendo uma infinidade de pessoas gordas ativas e saudáveis, além de pessoas magras com a saúde potencialmente debilitada por diversos fatores. Além disso, muitas pessoas não percebem a falta de coerência quando dizem se preocupar com a saúde alheia, a começar pelo fato de que não existe um medidor universal de saúde. Há infinitas dificuldades médicas que uma pessoa pode enfrentar e não existe fórmula mágica pra calcular com exatidão a “quantidade”, ou mesmo a “qualidade” da saúde de alguém. Enquanto manter uma alimentação saudável e praticar exercícios físicos pode ser uma boa medida para prevenir ataques cardíacos, humilhar uma pessoa não vai atenuar em nada sua saúde psicológica ou emocional. O único modo de verificar a saúde de alguém é realizando exames extensivos e tendo os resultados avaliados por alguém profissional, que deverá dizer onde exatamente a saúde está falhando. Não se pode concluir o estilo de vida de uma pessoa baseando-se unicamente no seu corpo, ou mesmo deduzir que esse seja uma representação da sua saúde ou qualidade de vida.

Fonte - Gordofobia uma assunto sério. por Jarid Arraes

12 comentários:

  1. E há imensa gente obesa... por problema de retenção de líquidos no organismo...
    A obesidade, será o que salta mais à vista desarmada... ninguém de relance nota nos outros problema de fígado ou pulmão, por exemplo... e as pessoas hoje em dia, parecem ter uma necessidade mórbida de apontar o dedo a alguém...
    É o triste mundo em que vivemos!...
    Oi, Sara! Já tinha saudades de passar por aqui! Estive uns meses fora, num local com pouca Net, onde ficava difícil chegar a todos os blogues... até porque alguns nem abriam!...
    Mas já estou de volta, ao meu local habitual! Por isso, contando voltar a ser mais assídua por aqui, e sem uma Net problemática...
    Beijinho!Esperando que tudo esteja bem aí desse lado!...
    Ana

    ResponderExcluir
  2. Oi Sará. Saudades linda! :)
    Realmente vivemos em um mundo onde as pessoas costumam dizer absurdos. E infelizmente alguns sofrem com essas atitudes tolas.

    Beijinhos flor...
    Obrigada pela visitinha.

    ResponderExcluir
  3. Estou necessitar de perder algum peso.
    Ganhei peso quando deixei de fumar e nunca mais voltei a perdê-lo.

    ResponderExcluir
  4. É só inveja! Tradicionalmente os gordos (eu sou gordo) são mais bem humorados, preocupam-se mais com os outros, vêem a vida com outros olhos.

    É só inveja mesmo!!!

    Parabéns pelo texto

    ResponderExcluir
  5. Olá, Sara!

    Espero que, agora, esteja "tudo" (ninguém é feliz a 100%) bem com você.

    Qto à postagem, te digo que o k hoje é verdade, amanhã é mentira.
    A magreza em exagero e a obesidade mórbida raramente estão associadas a pessoas saudáveis.
    Os obesos parecem felizes, bem dispostos, mas o não são, em geral, enqto k os mto magros se sentem mais na "moda", digamos assim.

    O artigo postado tem interesse, mas não pode ser justificação para obesidade e ou magreza excessiva.

    Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  6. Eu também não entendo isso... se magreza fosse sinal de sucesso, todas as modelos seriam felizes!!!

    ResponderExcluir
  7. A obesidade: um problema que começa a inquietar, mas também a magreza excessiva é motivo de preocupação...
    Uma boa semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Enfim... porque é que temos que olhar sempre para o "normal"

    Beijinhos,
    O meu reino da noite ~ facebook ~ bloglovin'

    ResponderExcluir
  9. Olá:

    Tudo é relativo...até a forma de viver e de estar, a saúde...

    Beijinho doce

    ResponderExcluir
  10. Engano seu, Sarita! Escuto todo tipo de shit de quem não fuma...um saco! Vontade gritar:"VÁ FALAR ISSO PRO MACONHEIRO DA ESQUINA!" Mas tenho que fazer a Falsianne e concordar: "Claro! Cê tem toda razão! Nuóssa!" humpt

    ResponderExcluir
  11. essa imagem... olha, apenas incrível :D

    ResponderExcluir
  12. O grande problema é que existe muita gente "magra" com o preconceito com obesidade mórbida. Oiniciodavirada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir