domingo, 30 de abril de 2017

ya no!

Eu sinto muito que tudo tenha sucedido dessa forma tao prematura. Eu sinto muito, mas nao poderia ficar esperando voce aparecer ou ser honesta sobre seus sentimentos; eu já nao sou esse tipo de pessoa, te avisei que só ficaria se estivesse claro para mim seus interesses, e nunca tiveram por seus medos - ao final, voce acabou declarando.

Depois de quase um mes recebo uma mensagem, horas depois, uma mais. Voce estava querendo uma reaproximação, mas esqueceu que o tempo passa e nem tudo continua no lugar quando resolvemos ˜abandonar˜ o barco. Voce nunca saberá, mas no dia que voce foi, me machuquei de uma forma muita feia. Foi dura sua partida, e até tive que sair da cidade por um tempo para que tudo tivesse mais claro dentro de mim.

Mas voce reapareceu. Contou que estava triste, até deprimida, mas infelizmente eu já nao estou disponível como antes. Nao estou mais disponível a escutar suas vontades de ficar comigo num dia e no outro ir embora pois acredita que estou jogando com voce. Eu nunca joguei com voce, sempre te quis perto e estava tentando fazer tudo direito. MAS voce achou melhor ir e me deixar sozinha no turbilhão.

Eu sinto muito, mas eu já nao estou disponível!

domingo, 9 de abril de 2017

contos


Ela estava fumando e desenhando meu corpo no papel enquanto eu pensava como destrutiva (e belíssima) essa relação poderia ser. Ela estava com seu ar de artista e eu na posição de modelo - nua com o pico do peito exposto e a bunda disponível, pronta para roubar o cigarro e lhe oferecer mil beijos.

Ela me comentou algo da vida. Entre o passado e o presente, tinham pedaços que ela tentava esconder. Minha vontade era de salvá-la daquele mundo terrível. Mas eu sempre esqueço que não sou super herói dos quadrinhos. Eu lhe abracei e fiquei em silêncio sentindo o peso do seu corpo sob o meu por horas, ou minutos, nao sei dizer.


30 de marzo, 
2017.