quarta-feira, 19 de julho de 2017

eu te venero

Eu te amei todos os minutos na última hora. Nosso mundo é confuso e eu ainda estou pela metade. Será que é dessa vez que você vai me encarar com serenidade?

Às vezes ainda é difícil acreditar que ainda andamos juntos, outras é impossível caminhar sem tua presença e a dança do bolinho.

Eu te amo e te venero, meu pequeno poço de sabedoria

Eu te venero quando você coloca sua cabeça na minha barriga, quando teu cabelo enroladinho me oferece abrigo. Eu te venero quando te consumo com os olhos, te beijo na porta da casa das minhas tias, nas curvas que formam seu corpo.

Sim,
eu te venero!

9 comentários:

  1. que linda declaração de amor! não esquece de mostrar para ele!

    ResponderExcluir
  2. Essa coisa dos cachos. Essa urgência em consumir já com os olhos. Essa delícia toda de ser poesia ao se venerar o amor... Tudo tão lindo.

    ResponderExcluir
  3. Regressado de férias passo para deixar um beijinho

    ResponderExcluir
  4. Oi Sara

    espero que todo esse sentimento possa ser canalizado um dia. Espero que o motivo do sentimento saiba como é especial pra alguém nesse mundo!

    beijo
    www.beinghellz.com.br

    ResponderExcluir
  5. É bom adorar alguém assim... Desejo que nunca haja dor ou desilusão desse sentimento!

    ResponderExcluir
  6. E que bom é sentirmo-nos tão inteiros... sabendo que somos a metade de alguém...
    Adorei seu texto, Sara!
    Bjs
    Ana

    ResponderExcluir