segunda-feira, 7 de agosto de 2017

o óbvio!

São tantas coisas ao mesmo tempo que seria até difícil saber como me sinto. Nas últimas semanas acabei levando muitos banhos de água fria, ou melhor dizendo, banho de água com gelo nesse tempo de inverno. Não anda nada fácil por aqui.

O que anda segurando é o remédio psiquiátrico, terapia toda semana e um grupo terapêutico semanal. Mesmo com tantas ferramentas, ainda é osso. E bem duro de roer.

Eu já não sei se é decepção, magoa, raiva, despreço. Eu já nem consigo distinguir nada. Eu achava que pelo combo intercambio-trabalho de campo, meu semestre ia ser bem agitado, mas pelo visto, ele vai ser agitado ao quadrado.

A coisa anda tão tensa que meu orientador de dissertação mandou mensagem domingo passado às 21hrs perguntando como vai meu coraçãozinho. Tive a cara de pau de responder só 3 dias depois dizendo que nos últimos dias tinham sido difíceis e que estava indo para casa de praia me refugir e avançar na dissertação.

Obvio que não foi mentira a parte da casa de praia, obvio que não foi mentira que avancei na dissertação, obvio que continuo na merda.