segunda-feira, 7 de agosto de 2017

o óbvio!

São tantas coisas ao mesmo tempo que seria até difícil saber como me sinto. Nas últimas semanas acabei levando muitos banhos de água fria, ou melhor dizendo, banho de água com gelo nesse tempo de inverno. Não anda nada fácil por aqui.

O que anda segurando é o remédio psiquiátrico, terapia toda semana e um grupo terapêutico semanal. Mesmo com tantas ferramentas, ainda é osso. E bem duro de roer.

Eu já não sei se é decepção, magoa, raiva, despreço. Eu já nem consigo distinguir nada. Eu achava que pelo combo intercambio-trabalho de campo, meu semestre ia ser bem agitado, mas pelo visto, ele vai ser agitado ao quadrado.

A coisa anda tão tensa que meu orientador de dissertação mandou mensagem domingo passado às 21hrs perguntando como vai meu coraçãozinho. Tive a cara de pau de responder só 3 dias depois dizendo que nos últimos dias tinham sido difíceis e que estava indo para casa de praia me refugir e avançar na dissertação.

Obvio que não foi mentira a parte da casa de praia, obvio que não foi mentira que avancei na dissertação, obvio que continuo na merda.

9 comentários:

  1. ...e então,
    ela pede ajuda ao Sol....

    que seja leve esses dias.

    abç

    ResponderExcluir
  2. Te abraço como posso. Te desejo abraços, pra amenizar. Porque sempre ameniza.

    A vida sempre dói, mais ainda no inverno. (Pelo menos comigo é assim).

    Que passe, Sara.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. Viver é o grande desafio. Estou passando por muitos percalços nesta minha jornada. O ano passado me destruiu levando da minha vida uma pessoa muito importante. Também precisei de ajudas. O negócio é ter coragem, porque viver é árduo.

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  4. Ola Sara,
    As vezes uns minutos de oração alivia a dor.
    Concedei-me, Senhor a serenidade necessária
    Para aceitar as coisa que não posso modificar.
    Coragem para modificar aquelas que posso e
    Sabedoria para conhecer a diferença entre elas.

    Tudo passa.
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Um abracinho bem apertado daqui para ai.

    ResponderExcluir
  6. ai, amore :c fez bem em ir à casa de praia respirar um pouco. Tenta meditar de frente para o mar!

    Com amor,
    Bruna Morgan

    ResponderExcluir
  7. OOOOOOI

    não abandone a terapia, mesmo que pareça mais difícil do que você achava. Não sei o que você tá passando, mas tente mesmo dar uma respirada em algum refúgio particular. Certeza que as coisas irao clarear sim <3

    beijo
    www.beinghellz.com.br

    ResponderExcluir