domingo, 6 de maio de 2018

amar

Como muitas pessoas no auge dos seus 25 anos, eu também fui criada com a ideia de amor romântico. Aquele amor platônico avassalador que nos ensina que amar é apenas uma vez, que viramos esse ser "único", que é a nossa metade da laranja, a completude infinita, a tampa da panela, o/a acompanhante para eternidade.

Indo longe dessa normatividade fracassa que só funciona em livros e filmes, vivi todos os tipos de amores: encontrei a tão extraordinária alma gêmea, o grande amor, o paixão de uma noite, já larguei tudo para viver de amor, já amei e desamei a mesma pessoa, já amei depois do sexo, já amei depois de uma xícara de café, de umas doses de cachaça, de algumas cervejas.

E morri de amor muitas e muitas vezes. O peito sagrando, em lágrimas. Assim também como acreditei que amor é cura.

Até que fui percebendo nesse percurso que bastava estar viva para sentir o amor. Que eu sou completa e mesmo assim podia transbordar por outra pessoa.

Hoje acredito que amor é presença, afeto, cuidado e cumplicidade.

Hoje me vejo amando devagar. Com todos os sentimentos do mundo no meu peito. Com vida.

7 comentários:

  1. Isso mesmo...sentir-se viva! É preciso!!!!

    ResponderExcluir
  2. O coração escuta o que a mente não consegue entender.
    Amar é a linguagem do coração!
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Felizes os que morrem e renascem quantas vezes é preciso...
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. Penso que o amor pode acontecer mais que uma vez. Mas um amor como o 1.º, acredito que não existe igual. O 1.º NUNCA sairá do pensamento mesmo que aconteçam alguns outros. E se esse amor terminar por morte por doença ou acidente, então será mesmo uma tortura emocional que jamais outro amor conseguirá fechar. É apenas a minha opinião

    Cumprimentos.

    ResponderExcluir
  5. Aaah o amor, sentimento tão pura que as vezes só ferra a gente rs, também já amei muito, e acredito que ainda amarei mais :*

    http://a-cacheada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Muito obrigada linda :D espero voltar a ver-te pelo meu humilde canto!

    Beijinhos,
    O meu reino da noite ~ facebook ~ bloglovin'

    ResponderExcluir
  7. É como se você estivesse dentro da minha cabeça e do meu coração escrevendo exatamente aquilo que penso e sobre o que já tentei escrever diversas vezes. E continuo tentando.

    E amando, claro. Sempre.

    ResponderExcluir